Primeiro pedal pró ciclovia

Dezessete ciclistas circulando em grupo com bikes equipadas de luzes piscantes no centro da cidade. Eram pouco mais de 19:30 quando o grupo reunido na praça Dogello Goss partiu  pela Rua Dr. Maruri para um pedal noturno tranquilo no centro de Concórdia. Alguns motoristas não entenderam o que estava acontecendo, a maioria deles respeitou os ciclistas, alguns poucos buzinaram e passaram apressados.

Não há espaço suficiente para carros e bicicletas circularem ao mesmo tempo. O objetivo do pedal é justamente chamar a atenção para este fato sem atrapalhar ninguém. Não queremos a antipatia dos motoristas, também somos motoristas.

Este foi o primeiro pedal pró ciclovia do grupo Giro di Vale. Não é um protesto, não é uma manifestação, é apenas um pedal em grupo, com o objetivo de chamar a atenção para necessidade de uma ciclovia ou ciclofaixa na cidade. Quando circulamos sozinhos, em duplas ou pequenos grupos, parece que somos poucos. Um pedal coletivo serve para mostrar que somos muitos. E não apenas do Giro di Vale, muitas pessoas gostariam de pedalar, não o fazem pela simples falta de espaço e pelo risco que é circular pelas ruas da cidade de bicicleta.

Logo faremos outros pedais pró ciclovia, este não é um evento isolado ou pontual, o assunto não pode esfriar e esperamos que mais pessoas participem. Todos estão convidados e são bem vindos. Precisamos ser notados, não somos apenas uma meia-dúzia e queremos o nosso espaço.

Pedal – Caminho da Roça – Pinhal

O Caminho da Roça e suas alternativas sempre estão nos planos do Giro di Vale. Neste sábado não foi diferente. Tomamos o rumo intermediário, com o percurso que passa por Lageado dos Pintos e segue até o trevo de Cachimbo. Porém, desta vez não voltamos pelo asfalto da BR153, ao invés disso, seguimos pela estrada de chão até linha Poletto, também passamos por Pinhal e finalmente voltamos por São José. Este é um trajeto bem misto, tem boas subidas, descidas muito rápidas, partes planas para recuperação e belas paisagens. Um pedal que vale à pena!

Confira o vide e as fotos abaixo:

Pedal – Cachoeiras

Este foi um dos pedais que fizemos até um dos lugares que mais gostamos de pedalar. São as cachoeiras que ficam em Linha Barra Bonita, escondidas no mato, cujo acesso é uma estradinha de roça, na qual também precisamos atravessar um pequeno rio, e quase sempre tem bastante barro.

Nesta ocasião tentamos fazer um caminho alternativo, ficamos curiosos com uma estrada em meio a um reflorestamento recém desmatado e pegamos a estradinha para ver até onde ia. Acabamos no meio do mato sem rumo. Precisamos retornar pelo mesmo caminho e seguir pela estrada habitual. Perdemos o rumo, mas não o bom humor. Foi um dos pedais mais divertidos que fizemos, especialmente pela parte mais técnica no meio do mato!